Emissões de cinza do vulcão islandês diminuirão nos próximos dias

Copenhague, 21 abr (EFE).- O vulcão subterrâneo da geleira Eyjafjallajökull, ao sul da Islândia, continuará emitindo cinzas nos próximos dias, mas de forma reduzida, informou hoje a agência de Defesa Civil islandesa.

EFE |

A nuvem vulcânica é "bastante baixa" e não-visível para os radares, e não se espera que alcance uma altitude superior aos 20 mil pés (entre 6 mil e 7 mil quilômetros) durante os próximos dias, indicam as últimas previsões.

Nos dias de maior atividade do Eyjafjallajökull, a nuvem de cinzas superou os 11 mil metros de altitude e provocou graves transtornos no tráfego aéreo da Europa.

As nuvens de cinzas continuarão hoje ao sul e sudeste do vulcão.

A mudança dos ventos para o nordeste, prevista para as próximas horas, fará com que também se produzam ao sudoeste, mas somente nas áreas próximas ao Eyjafjallajökull.

Os especialistas calculam que a força da erupção foi reduzida para 20% de sua máxima e uma quarta parte da qual chegou no sábado passado. No entanto, eles ressaltaram que isso não indica necessariamente que a extinção da atividade seja imediata.

Embora o vulcão produza 'bombas' de magma já faz alguns dias, ainda não se detectou lava fluente. EFE alc/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG