Um emissário americano chegou neste domingo a Mianmar para se reunir com os dirigentes da junta militar no poder e com a líder da oposição Aung San Suu Kyi, excluída do processo eleitoral.

Um emissário americano chegou neste domingo a Mianmar para se reunir com os dirigentes da junta militar no poder e com a líder da oposição Aung San Suu Kyi, excluída do processo eleitoral.

Kurt Campbell, adjunto da chefe da diplomacia americana, Hillary Clinton, para a Ásia Oriental e o Pacífico, chegou a Naypyidaw, capital de Mianmar desde 2005.

Aung San Suu Kyi, 64 anos e Prêmio Nobel da Paz, se encontra submetida a prisão domiciliar há vários anos.

hla-dr-dla/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.