Abu Dhabi, 30 abr (EFE).- As autoridades dos Emirados Árabes Unidos proibiram totalmente a importação e a venda de carne de porco como parte de um grupo de ações para evitar um foco da gripe suína no país, informaram fontes oficiais.

Fontes do Governo de Abu Dhabi - um dos sete emirados que compõem o país - explicaram que a Secretaria-Geral das Prefeituras dos Emirados Árabes Unidos deu ordens aos importadores para que suspendam a importação deste tipo de carne.

No início da semana, a Secretaria-Geral árabe proibiu a importação de carne suína dos países onde foram registrados os primeiros casos da doença, como Estados Unidos e México.

Segundo as fontes, apenas duas lojas em Abu Dhabi têm permissão para vender carne de porco aos turistas que não sejam muçulmanos, que não consomem este tipo de produto.

No Oriente Médio, os únicos casos de gripe suína registrados até o momento foram em Israel. EFE mys/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.