Emirados Árabes Unidos aprovam embaixador ao Iraque

ABU DHABI (Reuters) - Os Emirados Árabes Unidos nomearam no domingo seu novo embaixador no Iraque, informou uma fonte diplomática do país, num passo que reduz o isolamento diplomático de Bagdá. Nenhum país árabe tem um embaixador estacionado permanentemente em Bagdá desde que o enviado egípcio foi sequestrado e assassinado pouco após chegar ao Iraque, em 2005.

Reuters |

A nomeação de Abdullah Ibrahim al-Shehhi, atualmente embaixador na Índia, foi aprovada pelo governo iraquiano e agora aguarda apenas o aval final do presidente dos EAU, disse a fonte, mas não está claro quando ele chegará em Bagdá.

Os EUA vêm pressionando os governos de países árabes a apoiar o Iraque, perdoando sua dívida e estabelecendo representações diplomáticas de alto nível no país.

O primeiro-ministro iraquiano Nuri al Maliki chegou aos EAU no domingo em visita oficial na qual se prevê que ele discuta também o que será feito da dívida de quase 7 bilhões de dólares que seu país tem com os EAU.

Alguns sinais crescentes de que o isolamento diplomático de Bagdá está diminuindo são as visitas aguardadas para breve do rei Abdullah da Jordânia e do primeiro-ministro turco Tayyip Erdogan.

O rei Abdullah será o primeiro chefe de Estado árabe a visitar o Iraque desde a invasão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG