Abu Dhabi, 14 jan (EFE).- Os Emirados Árabes Unidos (EAU) se somaram hoje aos países-membros na Liga Árabe que aceitaram a realização de uma cúpula extraordinária na próxima sexta-feira em Doha para discutir a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, informou a agência oficial WAM.

Segundo a fonte, os EAU irão à cúpula, convocada pelo Catar, e à qual se opõem países da linha moderada da Liga Árabe, entre eles Egito e Arábia Saudita.

Após o anúncio dos EAU, a rede de televisão catariana "Al Jazira" informou que já foram alcançados os dois terços dos 22 membros da Liga Árabe necessários para a realização do encontro.

De acordo com essa fonte, os países que deram a aprovação são Síria, Catar, Líbano, a Autoridade Nacional Palestina, Líbia, Sudão, Argélia, Iêmen, Djibuti, Comores, Somália, Omã, Mauritânia, Marrocos e Emirados Árabes Unidos.

Até o momento, a Liga Árabe, com sede no Cairo, não confirmou estes dados nem a realização da cúpula na sexta-feira em Doha.

O secretário-geral da Liga Árabe, Amre Moussa, viaja hoje do Cairo ao Kuwait, onde na próxima semana haverá uma cúpula econômica árabe.

Moussa disse ontem aos jornalistas que ainda está sendo analisada a convocação da cúpula extraordinária em Doha. EFE hh/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.