Emir do Kuwait se reúne com Obama e pressiona Israel por paz no O.Médio

Washington, 3 ago (EFE).- O emir do Kuwait, o xeque Sabah al-Ahmad al-Sabah, assegurou hoje que os países árabes querem a paz no Oriente Médio e pediu a Israel para cumprir suas obrigações.

EFE |

"Estamos interessados em trazer a paz ao Oriente Médio" disse o emir antes de se reunir na Casa Branca com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que ressaltou a importância de avançar no processo de paz árabe-israelense.

O emir ressaltou que prova desta vontade é a iniciativa que, segundo lembrou, "foi estipulada por todos os partidos e países árabes" em 2002 e que recebeu um novo impulso com a nova Administração americana.

A iniciativa estabelece, entre outros pontos, o reconhecimento pleno do Estado de Israel em troca de sua retirada dos territórios árabes ocupados na Guerra de 1967.

Os países árabes colocarão "em prática esta iniciativa de paz quando Israel executar e cumprir suas obrigações", ressaltou.

Obama e o emir kuwaitiano discutiram sobre a situação no Afeganistão, a colaboração dos dois países na luta contra o terrorismo e "sobre a necessidade de que o Irã cumpra suas obrigações internacionais", disse o líder americano.

O presidente americano expressou confiança em que estas conversas sirvam não só para estreitar as relações entre Kuwait e Estados Unidos, mas também contribuam à estabilidade, à paz e à segurança na região.

O xeque assegurou que o Kuwait "seguirá sendo um aliado e um companheiro dos Estados Unidos", país que serviu às tropas americanas de ponto de apoio desde o início da invasão do Iraque, em 2003. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG