Emergentes são 41% da produção mundial, diz Bird

Os países em desenvolvimento representaram 41% da produção mundial em 2006, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo Banco Mundial. Em 1995, as economias em desenvolvimento representavam 25% da produção global.

BBC Brasil |

Segundo o relatório Indicadores de Desenvolvimento do Mundo 2008, cinco das 12 maiores economias do mundo são países em desenvolvimento, considerando-se a riqueza das nações em relação ao poder de compra do consumidor.

A América Latina e o Caribe foi a única das regiões de países em desenvolvimento que teve sua participação na produção mundial reduzida - de 9%, em 1995, para 8%, em 2006.

Apesar de fazer parte da única região analisada cuja produção não aumentou, o Brasil é destacado no relatório como um país com potencial para expandir ainda mais a sua participação na produção mundial.

"Na medida em que a integração global continua, países em desenvolvimento têm grandes chances de expandir a sua fatia na economia mundial, especialmente centros regionais com grandes populações e bases econômicas significativas, como Brasil, China, Índia, Rússia e África do Sul", afirma o relatório.

A região do Leste Asiático e Pacífico mais que duplicou a sua produção e hoje já representa 14% da economia mundial. A China já é considerada a segunda maior economia do mundo.

Outras regiões consideradas em desenvolvimento pelo Banco Mundial são Europa e Ásia Central, Oriente Médio e Norte da África, Sul da Ásia, e África Subsaariana.

Desde 1995, a produção mundial cresceu quase 50%, atingindo US$ 58,6 trilhões em 2006.

O Banco Mundial compila dados de 146 países para o relatório.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG