Emboscada das Farc deixa 4 militares mortos e 6 desaparecidos

(atualiza com versão oficial do Ministério da Defesa). Bogotá, 24 mar (EFE).- Pelo menos quatro militares morreram e outros seis estão desaparecidos após uma emboscada de guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) durante um combate no departamento do Guaviare, informou hoje o ministro da Defesa colombiano, Juan Manuel Santos.

EFE |

Outro militar ficou ferido no ataque insurgente, que aconteceu em Caño Flauto (sul), disse Santos, que esclareceu assim versões anteriores que noticiavam o desaparecimento de pelo menos 25 uniformizados.

O funcionário disse que o ataque rebelde foi repelido por um bombardeio no qual ficou "gravemente ferido" o chefe da Frente 16 das Farc, conhecido como "Cadete".

Em entrevista coletiva, Santos disse que a emboscada aconteceu na segunda-feira à tarde (local), durante uma ofensiva da Força de Tarefa Conjunta Ômega, criada para perseguir membros do secretariado e do comando central das Farc. FE jgh/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG