Emboscada contra delegação do Governo sudanês deixa 15 mortos

Cartum, 10 out (EFE) - Pelo menos 15 pessoas morreram quinta-feira à noite na região de Darfur, no Sudão, e outras sete ficaram feridas em uma emboscada contra uma delegação do Governo e do Exército, informaram hoje fontes oficiais. Entre as vítimas estão cinco soldados e entre os feridos há um governador provincial. A emboscada aconteceu perto da fronteira com o Chade.

EFE |

O governador dessa província, Ahmed al-Hajj, e o ministro provincial de Cultura, Sultan Hachim, são dois dos feridos.

Segundo um porta-voz do Governo, os agressores são membros do grupo rebelde Movimento para a Justiça e a Igualdade, liderado por Khalil Ibrahim, grupo rebelde não assumiu a autoria do ataque ou fez comentários sobre o mesmo.

O Movimento para a Justiça e a Igualdade, um dos dois grupos rebeldes mais importantes de Darfur, foi responsável, em 10 de maio, por uma ofensiva dirigida a longa escala contra Cartum, na qual 250 rebeldes e 77 soldados do Governo morreram. EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG