Embargo causou US$ 3,7 bilhões de prejuízo em 2007, diz Cuba

HAVANA (Reuters) - O embargo econômico norte-americano provocou prejuízos de 3,7 bilhões de dólares em 2007 para Cuba, e é o principal obstáculo à reparação dos danos provocados pelos recentes furacões na ilha, disse o chanceler Felipe Pérez Roque na quinta-feira. Cuba apresentará em 29 de outubro na Assembléia Geral das Nações Unidas uma proposta de declaração contra o embargo. Segundo cálculos muito conservadores [...], em 2007 o bloqueio provocou a Cuba danos econômicos de 3,765 bilhões de dólares, disse Pérez Roque a jornalistas em Havana.

Reuters |

Na quinta-feira, o chanceler apresentou um relatório anual sobre o impacto do embargo em vigor desde 1962.

Segundo ele, as sanções dos EUA complicam e encarecem a recuperação dos prejuízos de 5 bilhões de dólares causados pelos furacões Gustav e Ike nas últimas semanas.

Cuba havia calculado o prejuízo pelo embargo em 2006 em 4,1 bilhões de dólares. Pérez Roque disse que em quase meio século de sanções as perdas somam 93 bilhões de dólares.

O regime comunista da ilha considera o embargo como uma violação do direito internacional, por punir terceiros países que façam negócios com a ilha.

(Reportagem de Nelson Acosta)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG