Embarcação que afundou da Macedônia estava sobrecarregada

Skopje, 5 set (EFE).- A embarcação com dezenas de turistas a bordo que afundou hoje no lago macedônio de Ohrid, que causou pelo menos 17 mortos, estava sobrecarregado, e sua construção data de 1924, revelaram fontes oficiais.

EFE |

Assim reconheceu o Governo da Macedônia, cujo ministro dos Transportes e Comunicações, Mile Janakieski, renunciou por causa do naufrágio. O número de mortos ficou entre 17 e 22 pessoas, segundo diversas fontes.

A agência "MIA" afirmou que a embarcação turística estava autorizada para 45 pessoas, mas que, segundo as equipes de resgate, no momento do acidente estava com 74 passageiros, em grande parte turistas da Bulgária.

A "MIA" disse que, com base nos últimos relatórios, morreram no naufrágio 17 pessoas, mas a agência "Mkafaks" afirmava que o número de vítimas fatais já era de 22.

A embarcação construída na Alemanha em 1924, estava em boas condições técnicas e tinha permissão de navegar até 23 de maio de 2010, segundo um comunicado oficial do Governo de Skopje.

Também disse que, na operação de resgate, um fator de sorte foi que, perto do lugar do naufrágio, mergulhadores da Polícia estavam treinando e imediatamente foram salvar os passageiros.

O acidente ocorreu por volta das 10h (4h de Brasília), a cerca de 200 metros da margem, e a embarcação afundou em três minutos, segundo testemunhas, e entre os mortos estavam o proprietário da embarcação e seu capitão. EFE ib-vb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG