ESTOCOLMO (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores da Suécia, país que preside a União Europeia, informou nesta quinta-feira que todos os embaixadores das 27 nações do bloco saíram de Honduras. A incerteza sobre o desdobramento em Honduras continua considerável, disse o ministro das Relações Exteriores sueco, Carl Bildt, em seu blog postado na Internet.

"Todos os embaixadores da União Europeia deixaram o país."

O presidente de Honduras, Manuel Zelaya, foi deposto por militares no domingo e enviado ao exílio. O golpe provocou uma grave crise política, considerada a pior na América Central desde a invasão do Panamá pelos Estados Unidos há cerca de 20 anos.

(Por Robert Woodward)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.