genocídio na Ossétia do Sul - Mundo - iG" /

Embaixador russo na ONU fala em genocídio na Ossétia do Sul

O embaixador da Rússia nas Nações Unidas, Vitaly Churkin, relacionou neste sábado o ataque da Geórgia à região separatista da Ossétia do Sul a um genocídio.

AFP |

"Quantas pessoas devem morrer para que se considere genocídio? É genocídio para os ossetas do sul", disse o embaixador à imprensa após participar de uma reunião a portas fechadas no Conselho de Segurança, que não foi capaz de chegar a um consenso para os apelos por um cessar-fogo na região.

Argumentando que o enclave russo possui uma população pequena, de aproximadamente 70.000 pessoas, o diplomata informou ter dito ao Conselho de Segurança: "Duzentos mortos é suficiente para vocês? Trinta mil refugiados, isso é suficiente para vocês?".

A Geórgia lançou, na noite de quinta-feira, uma ofensiva militar contra a república rebelde da Ossétia do Sul, apoiada por Moscou. Rússia e Geórgia disputam o controle da região, independente de fato desde o fim da União Soviética, em 1991.

ga/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG