segurança em Gaza - Mundo - iG" /

Embaixador israelense defende ataques para restabelecer segurança em Gaza

Madri, 28 dez (EFE).- O embaixador de Israel na Espanha, Raphael Schutz, negou hoje que o ataque militar contra a Faixa de Gaza tenha sido desproporcional, alegando que se trata de uma ação em defesa própria e com o único objetivo de restabelecer a normalidade e a segurança na região.

EFE |

Em declarações à Agência Efe, Schutz reivindicou o direito de Israel de se proteger dos ataques dos grupos armados palestinos ligados ao Hamas e de muitos anos de "agressão" contra o povo israelense.

"É um comentário feito de forma bastante apressada, mas se tivessem sofrido durante tantos anos esta agressão, prometo que não pareceria nem um pouco desproporcional", disse o embaixador.

Raphael Schutz insistiu em que a operação é "estritamente" contra os terroristas do Hamas e com o único fim de recuperar a calma na área limítrofe com Gaza, onde vivem 250 mil israelenses.

"Quando pudermos assegurar uma situação permanente de tranqüilidade para os cidadãos, colocaremos fim à operação. Não buscamos nenhum outro objetivo", destacou o diplomata.

Segundo o embaixador, a maior parte dos falecidos, que já somam cerca de 300, e dos feridos nos ataques são milicianos e terroristas.

cpg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG