Embaixador dos EUA no Paraguai grava disco em guarani

O embaixador dos Estados Unidos no Paraguai, James Cason, se tornou uma sensação musical no país depois de gravar um álbum de músicas folclóricas na língua guarani. O que eu venho tentando fazer é mostrar respeito pelo Paraguai e sua cultura, disse Cason à BBC.

BBC Brasil |

"As pesquisas mostram que os paraguaios pensam que nós não respeitamos sua cultura. Eu pensei, não é verdade, e é por isso que até mesmo antes de vir ao país eu comecei a aprender guarani e venho estudando a língua desde então", afirmou.

Ele diz que através das aulas descobriu que o Paraguai "tem uma tradição musical muito bonita".

O lucro obtido com a venda dos discos irá financiar cursos de inglês para estudantes paraguaios pobres.

'Mais difícil do que o chinês'
Cason, que nunca esteve envolvido profissionalmente com música, foi incentivado a cantar pela mais conhecida soprano do Paraguai, Rebecca Arramendi.

Com isso, Cason decidiu participar de um concerto e gravar um CD de canções folclóricas, incluindo uma escrita por ele mesmo e que leva o título de Campo Jurado.

Apesar de a iniciativa ter sido bem recebida no país, algumas críticas tem sido duras, e um político disse que o embaixador "canta horrivelmente e gagueja ao pronunciar as palavras em guarani".

Mas as músicas gravadas por Cason vem sendo tocadas no rádio e, segundo ele, os ouvintes têm se mostrado entusiasmados.

"Eu acho que eles estão simplesmente encantados com o fato de que alguém dedicou seu tempo a aprender uma língua que é provavelmente mais difícil do que o chinês", disse o embaixador.

James Cason deixa o Paraguai, o último país no qual serve como embaixador, no dia 2 de agosto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG