falta de abertura da China - Mundo - iG" /

Embaixador dos EUA critica falta de abertura da China

O embaixador dos Estados Unidos na China, Clark T. Randt, criticou neste domingo as autoridades chinesas por não ter usado os Jogos Olímpicos para demonstrar maior tolerância e abertura.

BBC Brasil |

Randt pediu que o governo chinês liberte oito ativistas americanos que estão presos por organizar manifestações pró-Tibete durante os Jogos.

Os americanos, um britânico e um alemão foram condenados a 10 dias de detenção pelos protestos por direitos humanos e por criticar as ações da China no Tibete.

Na sexta-feira, representantes do Consulado Americano se encontraram com os manifestantes, que devem ser deportados da China no fim do mês.

Zonas de protesto
O governo chinês chegou a criar zonas especiais para protestos no entorno do complexo olímpico, mas elas permaneceram vazias durante todos os Jogos, já que nenhum dos requerimentos submetidos ao governo foi aprovado.

Depois dos conflitos no Tibete que dominaram as manchetes em março, muitos acreditavam que a questão dos direitos humanos fosse ofuscar o brilho dos Jogos.

No entanto, a eficiência e a qualidade da organização olímpica da China, além, é claro, das 51 medalhas que o país conquistou, acabaram dominando o noticiário, para alívio das autoridades chinesas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG