O embaixador do Paraguai no Chile, Armando Espínola, renunciou às funções nesta terça-feira, em meio a um escândalo causado por fotografias publicadas na imprensa nas quais se apresentava ao lado de mulheres nuas, informou o presidente Fernando Lugo.

"Com a carta que nos enviou e recebemos hoje, esse capítulo está encerrado para nós", assinalou o chefe de Estado em entrevista à imprensa.

Nela, Espínola renuncia ao cargo de embaixador e alega interesse nacional e de sua família.

O diplomata admitiu que as fotos eram reais e foram tiradas numa festa de despedida de solteiro de um seu amigo.

Segundo Espínola, as fotografias foram publicadas depois que ele se negou a dar dinheiro para impedir. O corredor de ralis Juan Carlos Calvo "me pediu dinheiro. Tenho provas gravadas da tentativa de chantagem. Minha família sabe de tudo", revelou.

hro/jos/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.