O embaixador do Brasil em Quito, Antonio Marques Porto, retornou, nesta terça-feira, para a capital equatoriana, após permanecer em consultas no Brasil, desde novembro passado, devido à decisão do Equador de questionar um crédito brasileiro, informou a Chancelaria.

O retorno do diplomata "prevê o reinício de uma frutífera relação bilateral que se consolidará no novo cenário de cooperação e integração promovido pelos presidentes (do Equador) Rafael Correa e (do Brasil) Luiz Inácio Lula da Silva", destacou a nota do Ministério.

O comunicado acrescenta que o esforço diplomático de Quito "produziu o resultado esperado, que é o pleno restabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países, sem menosprezar a reivindicação dos interesses nacionais".

Na segunda-feira, o chanceler equatoriano, Fander Falconí, deu por superado o imbróglio diplomático com o Brasil, depois da autorização do retorno de Marques Porto, no fim de semana.

Leia mais sobre: Brasil - Equador

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.