Embaixador do Brasil nega ingerência na nomeação do diretor da Itaipu

O governo brasileiro não teve ingerência na designação de Carlos Mateo Balmelli como diretor paraguaio da Itaipu, afirmou hoje em Assunção o embaixador brasileiro Valter Pecly Moreira depois de um encontro com o presidente eleito, Fernando Lugo.

AFP |

"(Mateo) é uma pessoa preparada intelectualmente", destacou o diplomata ao referir-se ao homem de confiança do novo chefe de Estado.

A hidrelétrica brasileiro-paraguaia, considerada um Estado aparte pelo orçamento milionário que administra, era um dos cargos mais cobiçados pelos políticos.

Lugo, eleito no dia 20 de abril passado pela Aliança Patriótica para a Mudança (APC) assumirá oficialmente no dia 15 de agosto em substituição a Nicanor Duarte, pondo fim à hegemonia ininterrupta de 61 anos do partido Colorado no poder.

O diplomata brasileiro visitou Lugo na sede da Aliança, acompanhado de empresários da Federação da Indústria do Estado de São Paulo, interessados em investir no Paraguai.

hro/tlp/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG