Embaixador americano no Zimbábue critica a cobiça do regime de Mugabe

O embaixador dos Estados Unidos no Zimbábue, James McGee, criticou neste domingo o regime do presidente Robert Mugabe por saquear os recursos do país africano, enquanto milhões de pessoas sofrem na miséria.

AFP |

Em um artigo publicado no jornal sul-africano Sunday Times, McGee escreve que o regime de Mugabe não tem cumprido os deveres mais elementares e abandonou o povo, enquanto a comunidade internacional envia ajuda.

"O que faz o regime de Mugabe? Compra centenas de carros, para que cada ministro e governador tenha vários. Compra televisões de tela plana para os juízes".

"Ao invés de usar os escassos recursos em produtos químicos para purificar a água, o que deteria a epidemia de cólera, manipulam a moeda para seu benefício pessoal", acrescenta.

McGee lamenta que a comunidade internacional tenha que lidar com a "negligência criminal" de Mugabe.

O embaixador afirma que os Estados Unidos proporcionam 70% das ajudas em alimentos que o Zimbábue recebe. Além disso, Washington deu mais de 218 milhões de dólares de assistência humanitária ano passado.

"O regime de Mugabe teria que mostrar suas contas e explicar ao mundo quanto está gastando com o povo do Zimbábue e quanto em veículos de luxo", completa.

Quase 750 pessoas morreram na epidemia de cólera que afeta o Zimbábue e que é a mais recente tragédia a afetar a população do país, que sofre com uma hiperinflação recorde (231.000.000% em julho).

fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG