Embaixada do Brasil em Tegucigalpa confirma presença de Zelaya

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, regressou em segredo ao país e se encontra nesta segunda-feira na embaixada do Brasil em Tegucigalpa, confirmou à AFP a sede diplomática brasileira.

AFP |

Anteriormente, a esposa de Zelaya, Xiomara Castro, havia confirmado a presença do marido na missão brasileira.

"O presidente voltou ao país para iniciar o diálogo. Ele se encontra na embaixada do Brasil e, graças a Deus, está muito bem. Ele está disposto a iniciar um diálogo pela paz", afirmou Xiomara Castro ante milhares de partidários de Zelaya congregados frente à sede da ONU na capital hondurenha, onde, a princípio, o presidente deposto teria se refugiado.

Segundo informações anteriores da tv multiestatal Telesul, Zelaya se encontraria em Tegucigalpa, em um escritório das Nações Unidas.

De acordo ainda com a Telesul, Zelaya teria pedido um "diálogo nacional e internacional".

O presidente venezuelano Hugo Chávez confirmou a presença de Manuel Zelaya em Tegucigalpa.

"Estamos gratamente surpresos de que Mel esteja em Tegucigalpa e exigimos que os golpistas respeitem a vida e a dignidade de Zelaya, que lhe devolvam o poder", afirmou Chávez, que informou ainda que Zelaya viajou "durante dois dias por terra, cruzando montanhas, rios, arriscando a vida para chegar à capital de Honduras".

A vice-chanceler durante o governo de Zelaya, Beatriz del Valle, também afirmou que o presidente deposto enviou uma mensagem de SMS confirmando que se encontra na capital hondurenha.

Mas o chefe do governo de fato de Honduras, Roberto Micheletti, desmentiu a notícia.

"Ele (Zelaya) está na suíte de um hotel na Nicarágua", declarou Micheletti em entrevista coletiva no palácio presidencial.

nn-bl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG