Berlim, 20 ago (EFE).- A embaixada da Alemanha em Madri está em contato com a companhia aérea Spanair para tentar localizar possíveis vítimas alemãs na catástrofe aérea que aconteceu hoje no aeroporto de Barajas, em que morreram pelo menos 100 de pessoas.

Dois empregados da sede diplomática na capital espanhola estão no aeroporto para obter mais informações sobre o ocorrido, indicaram fontes do Ministério de Assuntos Exteriores, em Berlim.

A imprensa da Alemanha aponta que houve diversas vítimas de nacionalidade alemã no acidente, por se tratar de um vôo com code-share entre Spanair e Lufthansa, ambos membros da Star Alliance.

O número do vôo acidentado era JK 5022 e LH 2554 e devia decolar de Barajas com direção a Las Palmas de Gran Canaria.

Fontes da companhia aérea alemã disseram à Agência EFE que toda informação sobre lista de passageiros deve ser feita pela Spanair.

No vôo viajavam 164 passageiros e nove tripulantes e, segundo diversas fontes, saiu da pista ao tentar decolar e se incendiou. EFE gc/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.