Em viagem, Lula volta a apostar em vitória de Dilma nas eleições

San Salvador, 25 fev (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se disse confiante de que a hoje ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, vencerá as eleições de outubro, e descartou que se repita o ocorrido no Chile, onde o candidato do partido governante foi derrotado por Sebastián Piñera.

EFE |

"Não tenho nenhum temor a respeito. Não se pode transferir situações de um país para outro de forma mecânica. Chile e Brasil são duas democracias, mas que têm suas especificidades", declarou Lula em entrevista publicada hoje pelo diário "La Prensa Gráfica", de El Salvador, onde iniciará uma visita nesta quinta-feira.

Em janeiro, Piñera venceu no segundo turno o ex-presidente Eduardo Frei Ruiz-Tagle, que era apoiado pela presidente Michelle Bachelet.

"A solidez da candidatura de Dilma Rousseff não está no apoio que eu possa dar, mas ela é a candidata do Partido dos Trabalhadores, um partido com 30 anos de luta em favor do povo", explicou.

Lula destacou que a ministra será a candidata de uma ampla coalizão política, formada por partidos fortes de esquerda e de centro, que reúnem vários deputados, senadores e governadores.

"Estou tranquilo e tenho muita confiança em que Dilma vencerá as eleições", frisou.

O presidente chegará hoje a El Salvador procedente do Haiti.

Antes, ele já havia estado em México e Cuba dentro da mesma viagem.

EFE lb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG