Em véspera de eleições, guerrilha maoísta faz ataque na Índia

Nova Délhi, 15 abr (EFE).- Um grupo de cerca de 100 guerrilheiros maoístas atacou hoje um acampamento das forças de segurança na região de Bihar, no norte da Índia, que tinha sido preparado para garantir a segurança nas eleições legislativas que começam amanhã no país.

EFE |

Segundo fontes policiais, citadas pela imprensa local, homens armados lançaram projéteis por volta de 1h (16h30 de terça em Brasília) contra o acampamento, situado no distrito de Rohtas.

Como consequência do ataque, um membro das forças de segurança ficou ferido e um tiroteio começou, se estendendo por várias horas.

"Os maoístas utilizaram três lança-mísseis. Dois falharam ao errar o alvo e um dos projéteis atingiu um muro", explicou à agência de notícias "Ians" um agente policial.

Nos últimos dias, os insurgentes intensificaram suas ações, tornaram pública sua intenção de boicotar as eleições e ameaçaram "cortar as mãos" dos cidadãos que votem.

Os guerrilheiros maoístas, conhecidos na Índia como naxalitas depois que em 1967 protagonizaram uma revolta contra as forças de segurança na aldeia bengali de Naxalbari, reivindicam um Estado comunista no centro e no leste do país. EFE mb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG