sentir apoio da China para Rio 2016 - Mundo - iG" /

Em Pequim, Lula diz sentir apoio da China para Rio 2016

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou nesta quinta-feira a Vila Olímpica de Pequim e disse ter saído de encontros com líderes chineses mais otimista quanto às chances do Rio de Janeiro sediar a Olimpíada de 2016. Antes de chegar a Vila Olímpica, Lula se reuniu em Pequim com o presidente da China, Hu Jintao, e com o presidente da Assembléia Popular Nacional da China, Wu Bangguo.

BBC Brasil |

"Saí com uma sensação de que nós vamos ter o apoio da China", afirmou. "Há uma compreensão de que a América do Sul nunca teve uma Olimpíada e de que, portanto, isso deve ser levado em conta."
Na chegada, o presidente - vestido com camisa e calça utilizadas por membros do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para promover a candidatura do Rio - foi recebido pela prefeita da Vila Olímpica, Chen Zhili.

Em seguida, Lula partiu para um almoço com atletas e integrantes da delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Pequim. Na sexta-feira, o presidente será um dos mais de 20 chefes de Estado presentes na cerimônia de abertura da Olimpíada.

Cabo eleitoral
Ao iniciar a visita à Vila Olímpica, Lula contou ter dito para o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, ao ministro do Esporte, Orlando Silva Júnior, e ao presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, que quer ser "cabo eleitoral" da campanha do Rio para ser sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

"O Brasil está preparado (para receber a Olimpíada)", afirmou o presidente.

"Os brasileiros precisam acreditar que temos competência pra fazer. Muitas vezes, nós jogamos para baixo, achamos que não podemos fazer isso, que não temos condições. Sempre os outros têm mais do que nós."
"Por que os Estados Unidos podem fazer seis Olimpíadas, e o Brasil, nenhuma", questionou.

"Até 2016, há tempo suficiente para que o Brasil possa se preparar para realizar a Olimpíada."
Os Estados Unidos, na verdade, já receberam quatro vezes os Jogos Olímpicos (Saint Louis-1904, Los Angeles-1932, Los Angeles-1984 e Atlanta-1996). O Rio de Janeiro está entre as cidades finalistas para ser sede da Olimpíada de 2016. As outras candidatas são Chicago, Madri e Tóquio.

Para o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, o apoio do governo brasileiro é de vital importância para a candidatura do Rio.

"Não há a menor dúvida hoje de que os chefes de Estado são fundamentais, até porque as garantias são dos governos", afirmou.

Na opinião de Nuzman, a presença do presidente americano George W. Bush na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim é um sinal disso. O chefe do COB lembra que Bush não esteve em Atenas, em 2004. No ano seguinte, a cidade de Nova York acabou derrotada por Londres na disputa para ser sede da Olimpíada de 2012.

Consciência tranqüila
Antes de partir para o almoço com atletas brasileiros, Lula lamentou não pode assistir à estréia na Olimpíada da seleção brasileira de futebol masculino, nesta quinta-feira, por conta de sua agenda de compromissos em Pequim.

Questionado sobre que outro esporte gostaria de acompanhar, se tivesse tempo, o presidente manifestou simpatia pela equipe de vôlei masculino.

"Eu gostaria de ver o Brasil jogar vôlei, até para estimular os nossos jogadores porque, depois de ganhar tanto, nós perdemos duas partidas seguidas para Estados Unidos e Rússia", disse Lula, recordando as derrotas na seleção brasileira na Liga Mundial. "Acho que a meninada, que é a melhor do mundo, vai ganhar."
Em seguida, no entanto, o presidente evitou falar sobre a expectativa de medalhas para o Brasil e preferiu declarar apoio a todos os atletas.

"A gente tem que levar em conta que, para chegar aqui, cada um deu o máximo de si", afirmou. "Ganhar medalha de ouro ou não, prata ou bronze, é uma conseqüência."
"O que vale, na verdade, é cada um deitar com a consciência tranqüila, sabendo que fez o que tinha que fazer", acrescentou Lula. "Agora, se aparecer outro melhor, nós temos que nos conformar porque assim caminha a humanidade."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG