Paris, 6 abr (EFE).- A presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, pediu hoje, em Paris, a libertação de Ingrid Betancourt, refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e a eliminação de todos os obstáculos que estão travando a soltura da ex-candidata presidencial colombiana.

"Os que mais devem se esforçar pelo destravamento destes obstáculos são exatamente os que têm a responsabilidade de dirigir as instituições democráticas e de facilitar a troca humanitária", afirmou Cristina ao discursar no começo de uma manifestação a favor de Betancourt na capital francesa.

A presidente argentina, que amanhã tratará do tema dos reféns das Farc com seu colega da França, Nicolas Sarkozy, disse ainda que "os direitos humanos devem prevalecer sobre qualquer outra questão". EFE ao/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.