Em mensagem de Natal, rei espanhol defende novo impulso às relações com EUA

(embargada até as 18h30 de Brasília) Madri, 24 dez (EFE) - O rei Juan Carlos I da Espanha defendeu hoje intensificar os sólidos vínculos com a região ibero-americana e dar um novo impulso às relações com os Estados Unidos, onde, em 20 de janeiro, Barack Obama assumirá a Presidência. Em sua tradicional mensagem de Natal, o monarca destacou a importância do papel internacional da Espanha e da ação exterior, que disse que deve estar dirigida a fortalecer posições na Europa à qual pertencemos, preparando, a partir de agora, a Presidência espanhola da União Européia, em 2010. Para isso, também devemos dar um novo impulso a nossas relações com os Estados Unidos, intensificar nossos sólidos vínculos com a região ibero-americana e com o Mediterrâneo, e manter nossa projeção na África e na Ásia, junto com nossa cooperação com os países menos favorecidos, ressaltou. Ele afirmou ainda que é o momento de reforçar a cooperação multilateral frente aos grandes desafios, desde o terrorismo internacional, que condenamos com firmeza e que, de modo tão brutal, se manifestou em Mumbai, até a crise financeira e econômica internacional, a fome e a pobreza, ou a proteção ao meio ambiente. O rei Juan Carlos expressou preocupação com a séria crise que estamos vivendo. Além da frieza dos números, preocupam-me muito especialmente as muitas pessoas que, em nosso país, perderam seu emprego.

EFE |

Para o monarca, "não há receitas mágicas" para solucionar a crise, mas, "juntos, poderemos vencer problemas e dificuldades se agirmos com realismo, rigor, ética e muito esforço, antepondo sempre o interesse geral sobre o particular, buscando acordos e soluções com generosidade, responsabilidade e amplitude de alvos".

Também disse que se trata "de dispor de regras internacionais mais eficazes para reforçar a estabilidade, supervisão e transparência do setor financeiro em um novo entorno globalizado".

E concluiu o discurso natalino com uma mensagem de esperança: "Não é tempo para o desânimo. Conseguimos seguir em frente com força de outros períodos complexos e reiniciar o caminho ainda com maior dinamismo", destacou.

A mensagem de Natal do rei será retransmitida pela televisão, às 21h (18h de Brasília). EFE ct/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG