O número de mortos no terremoto que castigou a região de Abruzzo, no centro da Itália, na madrugada de segunda-feira já chega a 278, informou a Polícia local.

Segundo a Polícia, quatro corpos ainda precisam ser identificados e o número de feridos é superior a 1.600.

A imprensa local anunciou a chegada do presidente da República, Giorgio Napolitano, a Abruzzo esta manhã para homenagear as vítimas do terremoto e para se reunir com a Defesa Civil.

Novos tremores

Enquanto isso, a terra segue tremendo na região e foram registradas três novas réplicas do terremoto durante a noite.

A primeira, pouco antes da madrugada e de magnitude 4,3 na escala Richter, a segunda um pouco mais tarde e de 5,2 graus, e uma última já no início da manhã, de 3,1 graus.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o primeiro dos corpos recuperados durante a noite é de uma jovem, e foi achado por volta das 3h (22h de quarta em Brasília), enquanto o segundo só pôde ser retirado dos escombros às 3h (1h).

Pouco depois da meia-noite na Itália, os bombeiros já haviam achado outros dois corpos de jovens que estavam na lista de desaparecidos.


Epicentro do terremoto foi em L'Aquila, no centro da Itália


Clique para ver o infográfico

Leia também:


Leia mais sobre terremoto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.