Em La Paz, Bolívia e Irã condenam ataque israelense a Gaza

La Paz, 13 jan (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, recebeu hoje em La Paz uma delegação iraniana liderada pelo ministro de Assuntos Cooperativos, Mohammad Abbasí, para concretizar investimentos, e condenaram o ataque de Israel sobre a Faixa de Gaza.

EFE |

A missão iraniana entregou a Morales uma carta do presidente Mahmoud Ahmadinejad, na qual, segundo explicou Abbasí, se condena o "genocídio dos israelenses", que custou a vida "de muitas crianças e mulheres".

"Tomara que possamos fazer entre Bolívia e Irã um acordo internacional contra esse conflito na região palestina", apontou Abbasí.

O ministro iraniano apelou à consciência dos bolivianos para que se veja o que acontece em Gaza e afirmou que "o Estado de Israel não acredita em nenhum acordo internacional" para a solução do conflito.

"Irã, Bolívia e outros países demonstram sua opinião contra o que acontece" em Gaza, afirmou o ministro, que destacou, além disso, a "posição revolucionária" do presidente Morales sobre o conflito.

Além da condenação à violência, Abbasí mostrou a vontade de seu Governo de fortalecer a relação com a Bolívia e aumentar a cooperação em projetos econômicos e sociais.

Bolívia e Irã trabalham para estreitar as relações bilaterais desde a visita oficial a La Paz do presidente iraniano, em setembro de 2007, quando ambos os países assinaram um programa de cooperação no valor de US$ 1,1 bilhão. EFE lav/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG