Em Israel, Mitchell reitera apoio a criação de Estado palestino

JERUSALÉM - O enviado dos Estados Unidos ao Oriente Médio, George Mitchell, ressaltou nesta quinta-feira perante o chanceler de Israel, Avigdor Lieberman, que seu país defende uma solução de dois Estados para o conflito palestino-israelense.

EFE |

"A política dos EUA favorece uma solução de dois Estados, um Estado palestino vivendo em paz junto ao Estado judeu de Israel", afirmou Mitchell em breve declaração à imprensa ao final de uma reunião com Lieberman na Chancelaria israelense, em Jerusalém.

O americano faz sua terceira visita à região desde janeiro passado, quando foi designado no cargo. Porém, essa é a primeira que faz desde a posse do novo governo israelense.

O chanceler israelense, por sua vez, qualificou o encontro como "importante" e "minucioso" e destacou que teve como objeto "coordenar posições entre EUA e Israel".

Lieberman, dirigente do partido ultra-direitista Yisrael Beiteinu, já havia assegurado recentemente que seu Governo não se sente ligado ao processo de paz de Annapolis, impulsionado em novembro de 2007 pelo Governo Bush e que tem como fim a criação de um Estado palestino.

Mitchell se reúne esta tarde em Tel Aviv com o ministro da Defesa Ehud Barak, com quem ontem à noite teve um encontro informal.

Em sua agenda de trabalho também tem fixadas reuniões com a chefe da oposição, Tzipi Livni, e o chefe das Forças Armadas, Gabi Ashkenazi.

No fim da tarde, se encontrará com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Na sexta-feira, Mitchell irá à cidade cisjordaniana de Ramala, sede da Autoridade Nacional Palestina (ANP), onde terá reuniões com líderes locais.

Leia mais sobre: Israel

    Leia tudo sobre: israel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG