Em debate, republicanos evitam discutir acusações de assédio sexual contra Cain

Em momento mais marcante, Perry esqueceu informação e disse um constrangedor 'ops' ao vivo na TV

iG São Paulo |

AP
Cain participa de debate entre pré-candidatos republicanos em Michigan (09/11)
O empresário Herman Cain foi poupado de ataques relacionados às acusações de assédio sexual contra ele durante um debate entre os pré-candidatos republicanos à presidência dos EUA, realizado na noite de quinta-feira.

Os rivais de Cain evitaram discutir o caso durante o debate, que ficou marcado pelo constrangimento do governador do Texas, Rick Perry, ao esquecer uma informação e dizer “ops” diante de milhares de espectadores.

O escândalo envolvendo Cain, que nega as acusações feitas por quatro mulheres, foi mencionado apenas duas vezes – ambas pelo moderador, que foi vaiado pela plateia por trazer o assunto à tona.

Cain foi questionado sobre a importância do caráter em um presidente, e se as denúncias deveriam ser levadas em consideração na avaliação de suas qualificações para o cargo.

"O povo americano merece mais do que ter alguém sendo julgado na corte da opinião pública com base em acusações infundadas", respondeu o pré-candidato, sob aplausos. “As pessoas se importam com liderança, com (a capacidade de um candidato) levar o país para frente”.

Em seguida, o moderador perguntou ao ex-governador de Massachussetts Mitt Romney se ele contrataria um executivo que enfrentasse acusações semelhantes às do rival. Romney foi aplaudido ao se recusar a responder.

“Herman Cain é a pessoa para responder essas perguntas, e ele acaba de responder”, afirmou. “As pessoas em todo o país podem fazer sua própria avaliação.”

‘Ops’

O debate ficou centrado principalmente em temas econômicos, com críticas dos pré-candidatos aos pacotes de ajuda financeira do governo Barack Obama a diversos setores.

O momento mais memorável da noite foi protagonizado por Perry, que costuma ter desempenho ruim nos debates . O pré-candidato disse que pretendia fechar três agências do governo federal mas, quando foi listá-las, só conseguiu se lembrar de duas .

“Comércio, Educação...”, disse Perry, fazendo uma constrangedora pausa enquanto olhava para os lados e para as páginas de papel à sua frente.

Assista ao vídeo:  Pré-candidato republicano gagueja e dá vexame em debate na TV

Os demais pré-candidatos começaram a citar outras agências como “sugestões” para Perry, que finalmente desistiu. “A terceira, não me lembro”, afirmou. “Desculpem. Ops.”

Depois, em declarações a jornalistas, Perry disse que a terceira agência era a de Energia. “Foi constrangedor, é claro”, afirmou. “Mas as pessoas entendem que os princípios é que importam.”

AP
Perry tenta lembrar informação durante debate de pré-candidatos republicanos em Michigan (09/11)

Com AP, Reuters e informações do New York Times

    Leia tudo sobre: eleição nos euacainperryeuarepublicanosromney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG