Em crise, imobiliárias espanholas oferecem carro e salário de brinde

A desaceleração econômica da Espanha está provocando uma crise tão grave no setor imobiliário do país que as empresas estão apelando para liquidações de imóveis. Para vender uma casa ou apartamento, as imobiliárias oferecem desde prêmios como carros zero quilômetro a até pagamentos de um ano de salário.

BBC Brasil |

O setor imobiliário da Espanha entrou em crise na esteira do mercado americano.

"Estamos em uma profunda mudança de ciclo, por isso as empresas têm que utilizar toda sua criatividade", explicou o empresário Eloy Bohúa, diretor geral do Salão Imobiliário de Madri, o maior evento internacional do setor, inaugurado nesta terça-feira em Madri.

Desde janeiro a queda de vendas de imóveis na Espanha alcançou 30% e a tendência é continuar caindo ao menos até 2009, segundo as previsões da agência de qualificação financeira Standard and Poor's.

Salário
Para diminuir a crise, a solução está sendo aumentar as ofertas. A imobiliária Prasa inventou a promoção de um ano de emprego, o "cheque Prasa".

Quem comprar um imóvel com a companhia receberá 12 cheques nominais de 800 euros cada um, equivalentes a um ano de salários, o mesmo que ganham profissionais como vendedores ou esteticistas na Espanha.

Se em lugar de salários, os compradores preferirem prêmios, também há ofertas. Empresas que dão carros zero quilômetro grátis (com preços entre 6 mil e 8 mil euros), viagens para casais ao exterior, cheques de ajuda por número de filhos e o "esquema dois por um".

No "dois por um", proposto pela empresa Urbig, o comprador de um imóvel pode levar uma segunda residência por metade do valor. Isso significa que quem compra duas casas, paga a metade do preço de uma delas.

"Está funcionando. Nos procuram até de outros países, como Reino Unido e França. É uma ótima opção para duas pessoas da mesma família, por exemplo", disse o diretor da imobiliária, José Aguado.

A oferta, no entanto, está limitada a duas cidades da Galícia, no norte do país.

A imobiliária Urbas oferece o cheque-família, com cheques de 2 mil euros por cada filho durante o primeiro ano a partir da compra.

Se a mãe da família não trabalhar fora do lar, também recebe uma ajuda de outros 2 mil euros, que serão descontados do preço final do imóvel.

Inadimplência
O maior impedimento para compra de moradias na Espanha atualmente é a dificuldade de se conseguir um empréstimo bancário, já que as dívidas por inadimplência no setor chegam aos 120 bilhões de euros.

Os bancos pedem cada vez mais garantias e a maioria já nem aceita só o imóvel como aval. Por isso algumas imobiliárias oferecem ainda um seguro de proteção de pagamento para momentos de dificuldade econômica.

Uma companhia de seguros internacional se responsabilizará por assumir a dívida com o banco durante um tempo (negociado em cada contrato) para que o comprador não se arrisque a perder a casa.

As imobiliárias espanholas apelam também para a "liquidação outlet", como a companhia Habitat. São 400 casas com descontos de 10% a 20%, que a empresa define como "moradias de estoque".

Além das ofertas, outro exemplo da queda é a estrutura do Salão Imobiliário de Madri 2008. O número de casas à venda no evento caiu de 257 mil de 2007 para 160 mil nesta edição.

Entre os imóveis oferecidos este ano 27% estão no exterior. Cerca de 33 mil no Brasil, especialmente nos estados do Nordeste.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG