Em Brasília, Lula recebe Cristina Kirchner no desfile da Independência

Eduardo Davis. Brasília, 7 set (EFE).- No segundo dia de sua viagem ao Brasil, a chefe de Estado argentina, Cristina Fernández de Kirchner, assistiu hoje, ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a um colorido desfile em comemoração dos 186 anos da independência do país realizado em Brasília.

EFE |

Cristina, que na véspera esteve em Recife para a inauguração de uma fábrica argentina de moinhos geradores de energia eólica, foi recebida por Lula em um camarote montado na Esplanada dos Ministérios.

Lula chegou pouco antes ao camarote oficial, após percorrer a avenida em um automóvel Rolls Royce Silver Wraith sem capota, doado ao Brasil em 1953 pela rainha Elizabeth II da Inglaterra, e que o Governo utiliza apenas em grandes ocasiões.

A presidente argentina foi a primeira governante latino-americana convidada para esta comemoração, que em anos anteriores contou com os chefes de Estado de Portugal, Moçambique e Nigéria, e que em 2009 contará com a presença do presidente francês, Nicolas Sarkozy.

No camarote, Cristina, que trajava um vestido violeta, ficou entre Lula e o vice-presidente José Alencar e combateu o intenso calor com um leque que ganhou durante sua visita a Recife.

Do desfile cívico-militar participaram alunos de escolas públicas, de colégios militares e inclusive vários atletas que competiram nos Jogos Olímpicos de Pequim, entre eles algumas jogadoras da equipe de futebol feminino, que conquistou a medalha de prata.

Também foram mostradas diversas danças tradicionais do Brasil, entre elas a capoeira, que chegou ao país com os escravos africanos, até o contagioso samba, executado por 200 mulheres percursionistas, que foram acompanhadas pelas palmas dos dois chefes de Estado.

As Forças Armadas exibiram parte de seu arsenal e a festa foi encerrada com uma ousada apresentação de uma esquadrilha de aviões acrobáticos da Força Aérea Brasileira, que impressionaram a presidente argentina.

Concluído o ato, Cristina tinha previsto dedicar o resto do dia a ajustar os últimos detalhes da visita de Estado que realizará amanhã, e na qual discutirá os assuntos econômicos e políticos de sua viagem de três dias ao Brasil.

A presidente argentina será recebida amanhã por Lula no Palácio do Planalto, onde terão uma reunião de trabalho, e depois os dois almoçarão na sede do Ministério das Relações Exteriores.

Antes de retornar a Buenos Aires, ela ainda visitará as sedes do Parlamento e do Supremo Tribunal Federal.

Segundo fontes brasileiras e argentinas, um dos assuntos que Cristina e Lula discutirão amanhã será a substituição do dólar por moedas locais no comércio bilateral, mecanismo que os bancos centrais das duas nações ensaiam há meses e que, em um futuro, pode ser adotado em todo o Mercosul, que inclui ainda Uruguai e Paraguai.

Também debaterão temas relativos às áreas nuclear, energética e de infra-estruturas, assim como a possível aquisição de aviões da Embraer pela companhia aérea Aerolíneas Argentinas, que o Governo de Cristina negocia adquirir junto ao grupo espanhol Marsans.

Está prevista também a assinatura de um acordo entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco de la Nación Argentina, para o financiamento de obras de infra-estrutura e para potenciar a troca comercial bilateral, que este ano deve chegar a cerca de US$ 30 bilhões. EFE ed/ab/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG