Em Brasília, Córdoba diz confiar em libertação de mais reféns das Farc

Brasília, 29 abr (EFE).- A senadora colombiana Piedad Córdoba visitou hoje o Congresso brasileiro, onde mostrou confiança de que em breve se conseguirá libertar outros reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

A senadora opositora foi recebida pelo presidente do Senado, José Sarney, com quem teve uma breve reunião. Depois, ela teve encontros reservados com outros senadores.

Segundo fontes oficiais, nas reuniões ela expôs sua visão do conflito colombiano e sua esperança de que haverá novas libertações de reféns em breve.

Porta-vozes do Senado consultados pela Agência Efe disseram que Córdoba defendeu a ideia de que pode ser criada uma região de negociações em território brasileiro, para o início de um diálogo entre o Governo Álvaro Uribe e as Farc.

Essa mesma tese tinha sido colocada na segunda-feira passada durante uma reunião com o assessor especial para assuntos internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia, que esclareceu que o Brasil mantém sua disposição em colaborar, mas sempre que seja "em sintonia" com o Governo colombiano.

Hoje mesmo, o comissário de paz da Colômbia, Frank Pearl, disse em Bogotá que toda negociação com a guerrilha está condicionada a "uma cessação de ações criminosas" por parte das Farc.

Após sua visita ao Senado, Córdoba se dirigiu à sede da Universidade de Brasília (UnB) para participar de uma conferência sobre o conflito colombiano, com o que encerrará sua visita ao país, que começou na segunda-feira passada.

Córdoba explicou que a visita ao Brasil foi para agradecer ao Governo Luiz Inácio Lula da Silva por sua ajuda logística em duas operações humanitárias que, em fevereiro passado, permitiram a libertação de seis reféns da guerrilha. EFE ed/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG