Em áudio, Bin Laden ameaça retaliar EUA se cérebro do 11 de Setembro for executado

Um áudio atribuído ao líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, ameaçou nesta quinta-feira matar todos os americanos capturados pela rede terrorista se Khaled Sheikh Mohammed, principal acusado dos atentados do 11 de Setembro, e seus companheiros forem executados, informou o canal de televisão em língua árabe Al-Jazira.

AFP |

AP
Bin Laden no Afeganistão em foto de 1998

Bin Laden no Afeganistão em foto de 1998


Em mensagem destinada ao povo americano, Bin Laden afirma que o presidente Barack Obama "segue a mesma política que seus antecessores", notadamente no Afeganistão, e denuncia a vontade da Casa Branca de "executar os heróis" Khaled Sheikh Mohammed e seus companheiros.

AP
Khaled Sheik Mohammed

Khaled Sheik Mohammed

"A Casa Branca declarou que executará o herói Khaled Sheikh Mohammed e seus companheiros de armas. Eles pensam que os EUA estarão seguros atrás dos oceanos. A Justiça será tratada da mesma maneira", diz a mensagem.

"O dia em que os Estados Unidos tomarem essa decisão também estarão decidindo pela execucação de qualquer um de vocês que caiam em nossas mãos", acrescenta a mensagem.

Khaled Sheikh Mohammed - cérebro confesso dos ataques terroristas que deixaram quase 3 mil mortos nas Torres Gêmeas de Nova York, no Pentágono e na queda de um avião na Pensilvânia em 11 de setembro de 2001 - e quatro cúmplices devem ser julgados numa data ainda não determinada num processo de direito comum ou em um tribunal militar de exceção.

Leia mais sobre terrorismo

    Leia tudo sobre: 11/09

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG