Em anúncio de TV, McCain volta a chamar Obama de celebridade

Por Andy Sullivan WASHINGTON (Reuters) - O candidato do Partido Republicano à Presidência dos EUA, John McCain, não permitirá que Paris Hilton o desvie de sua atual estratégia de ataque -- a de insistir que seu adversário democrata Barack Obama parece mais com uma celebridade do que com o dirigente de um país.

Reuters |

Na quarta-feira, McCain colocou no ar um segundo anúncio de TV que retrata Obama como uma celebridade. Um anúncio anterior já havia relacionado o rival dele nas eleições de novembro a figurinhas carimbadas de tablóide como Paris Hilton e Britney Spears.

A nova peça de propaganda evita usar o nome de Hilton ou de outras estrelas de Hollywood, mas repisa o mesmo assunto.

'A maior celebridade do mundo está preparada para ajudar sua família?', pergunta o anúncio, em meio a uma música lúgubre e imagens em câmera lenta de Obama diante de uma multidão delirante.

O texto afirma que uma Presidência Obama provocaria impostos mais altos e menos vagas de trabalho ao passo que uma Presidência McCain criaria empregos e promoveria a independência energética dos EUA.

O comitê de campanha do democrata descreveu o anúncio como mentiroso e disse que Obama daria descontos fiscais para uma proporção maior de norte-americanos do que McCain.

'Com a chegada de mais um dia, chega mais um ataque desonesto de John McCain', afirmou Bill Burton, porta-voz do democrata. 'Já é hora de aposentar essas táticas de outros tempos e instilar uma nova energia nos EUA.'

O primeiro anúncio do republicano, veiculado na semana passada, foi duramente criticado por especialistas. E Obama descreveu-o como cínico.

Assessores de McCain acreditam que a estratégia ajudou-o a assumir o controle da agenda dos meios de comunicação depois de semanas nas quais o democrata dominou a cobertura jornalística.

A própria Paris Hilton ironizou McCain, 71 anos, chamando-o de um 'cara de cabelos brancos e todo enrugado' em um vídeo online no qual anuncia sua própria candidatura a presidente e descreve um plano para reduzir a dependência norte-americana do petróleo importado.

'Eu quero que os EUA saibam que eu estou, tipo assim, totalmente preparada para liderar o país', afirma a socialite vestida em trajes de banho no vídeo postado na terça-feira, no site Funny or Die.

Tucker Bounds, porta-voz de McCain, disse: 'Paris Hilton pode ser uma celebridade tão famosa quanto Barack Obama. Mas, sem dúvida, possui um plano melhor para o setor energético.'

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG