Especialistas russos descartaram neste domingo que o acidente aéreo ocorrido no sábado, no qual morreram o presidente polonês, Lech Kaczynski, e mais 95 pessoas, tenha sido provocado por uma pane técnica no avião presidencial.

Reuters
Populares prestam homenagem às vítimas de acidente aéreo

Populares prestam homenagem às vítimas de acidente aéreo

Segundo a equipe que periciou as duas caixas pretas do avião, as conversas registradas entre os pilotos e os controladores aéreos permitem descartar a hipótese de problema técnico no avião.

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, responsável pela investigação para determinar as causas do acidente,porém, destacou que se trata de um primeiro estudo dos diálogos entre a tripulação e a torre de controle.

O acidente com o Tupolev-154 ocorreu na manhã do sábado, quando o avião se preparava para pousar no aeroporto da cidade russa de Smolensk. A delegação era esperada para uma cerimônia em memória de mais de 20 mil poloneses que morreram nas mãos de forças russas na floresta de Katyn durante a Segunda Guerra Mundial.

Todas as 96 pessoas a bordo morreram, incluindo líderes militares e civis, parlamentares e figuras importantes da elite intelectual polonesa no campo da cultura e história.

Reuters
Homem coloca flor sobre destroços de avião na Rússia

Homem coloca flor sobre destroços de avião na Rússia

Ordem ignorada

No sábado, o subcomandante da Força Aérea russa, Alexander Alyoshin, segundo a agência de notícias Interfax, havia declarado que o piloto do avião ignorou inúmeras ordens do tráfego aéreo russo, para que não pousasse naquele aeroporto.

"O controlador de voo russo confirmou que o piloto aumentou a velocidade de descida a uma distância de 2,5 Km", disse o subcomandante. "O chefe do controle de tráfego aéreo ordenou que a tripulação colocasse a aeronave na posição horizontal diversas vezes, quando eles não obedeceram, mandou que eles seguissem até um aeroporto alternativo", disse ele. "Apesar disso, a tripulação continuou com os procedimentos de pouso. Infelizmente, isso acabou em tragédia", acrescentou.

Investigações

Testemunhas dizem ter visto o avião se aproximar da base aérea de Smolensk com a asa esquerda apontando para o chão. A aeronave bateu nas árvores e se chocou contra a montanha, espalhando destroços em uma grande área de floresta.

As autoridades russas se comprometeram a dar total prioridade ao inquérito, que incluirá a formação de um comitê governamental.

O avião, um Tupolev-154 com mais de 20 anos de uso, havia passado por manutenção recentemente e era considerado apto para voo.

(*com informações da BBC Brasil e AFP)


Poloneses prestam homenagens às vítimas de acidente aéreo

iG

Leia também:

Leia mais sobre acidente aéreo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.