Elton John revela ter tido amante que se suicidou

Londres, 14 mar (EFE).- O cantor britânico Elton John revelou que um ex-amante se suicidou há anos, atormentado pelo conflito que representava para ele a fé cristã e a homossexualidade.

EFE |

Em declarações ao jornal "The Sunday Telegraph", Elton John, de 62 anos, afirma que o suicídio do ex-companheiro o traumatizou profundamente. Segundo ele, a morte ocorreu anos antes de sua união com o cineasta David Furnish, em 2005.

"Há anos tive uma relação e nunca me passou pela cabeça que ele fosse fazer uma coisa assim. Ele se atirou sob as rodas de um caminhão", explica o cantor.

Para Furnish, o ex-amante do seu atual companheiro se matou por "se sentir torturado pelo conflito entre sua sexualidade e suas fortes crenças religiosas".

O nome não será revelado por respeito à família, disse Furnish, que junto a Elton John vai produzir uma obra de teatro que conta a história de um casal gay.

A revelação já gerou várias especulações sobre quem foi o amante do músico, que teve uma vida de relações polêmicas nas décadas de 1970 e 1980. EFE fpb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG