ELN liberta um dos 3 trabalhadores da Ecopetrol seqüestrados

Bogotá, 21 set (EFE) - A guerrilha colombiana do Exército de Libertação Nacional (ELN) libertou hoje um dos três trabalhadores da Empresa Colombiana de Petróleos (Ecopetrol) que seqüestrou em uma região fronteiriça com a Venezuela, informaram fontes militares.

EFE |

O comandante da Brigada 30 do Exército, coronel Paulino Coronado, confirmou a jornalistas que o motorista Cristóbal Afanador foi solto pelos rebeldes graças à pressão que as tropas realizam na zona onde os funcionários foram seqüestrados na sexta-feira à tarde.

Além disso, disse que as tropas mantêm as operações na zona fronteiriça com a Venezuela onde ocorreu o fato para encontrar os outros dois funcionários da empresa petrolífera.

A engenheira Yamile González e o jornalista Javier García, que dirige um boletim informativo regional sobre assuntos petrolíferos, ainda permanecem em poder da frente Comandante Francisco do ELN, que os seqüestrou.

As três pessoas, empregadas da Ecopetrol, foram abordadas nesta sexta-feira pelos rebeldes, que estavam disfarçados de civis, na região do Catatumbo (600 quilômetros ao nordeste de Bogotá). EFE fer/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG