Eliseu prefere não comentar notícia sobre conselho de Sarkozy a Netanyahu

A presidência francesa preferiu não comentar a divulgação, por parte da imprensa israelense, de propostas atribuídas a Nicolas Sarkozy, segundo as quais ele teria aconselhado Benjamin Netanyahu a se livrar de seu ministro das Relações Exteriores, Avigdor Lieberman.

AFP |

Ouvida a respeito, a assessoria do Palácio do Eliseu respondeu apenas: "nenhum comentário".

Segundo a imprensa israelense, o presidente francês teria dito ao primeiro-ministro israelense, ao recebê-lo, em Paris, no dia 24 de junho, para que ele se livrasse de seu ministro das Relações Exteriores (Avigdor Lieberman) e colocasse (Tzipi) Livni em seu lugar".

"Com ela e Ehud Barak (o ministro trabalhista da Defesa), poderá fazer feitos históricos", afirmou Sarkozy.

Lieberman é conhecido por suas posições de extrema-direita, e Livni, sua antecessora no cargo, é líder do Kadima, o principal partido de oposição em Israel.

Segundo as informações publicadas na imprensa israelense, Sarkozy afirmou a Netanyahu que já recebeu vários ministros do Exterior israelenses, "mas com esse não dá", disse, ao se referir ao ministro Lieberman.

npk/em/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG