Eleitores escolhem novo presidente e Parlamento em Gana

Eleitores foram às urnas em Gana para eleger um novo presidente e um novo Parlamento no país que é apontado freqüentemente como um exemplo de bom governo na África. Muitos chegaram cedo às zonas eleitorais.

BBC Brasil |

Ocorreram atrasos de cerca de uma hora em algumas áreas, pois os materiais para votação teriam chegado com atraso.

Mas, o observador-chefe da União Africana para as eleições no país, Salim Ahmed Salim, disse à BBC que, até o momento, a votação está progredindo sem problemas.

O presidente John Kufuor deixa o poder depois de cumprir o tempo máximo no cargo, dois mandatos, e a corrida eleitoral para sua sucessão está apertada.

Nana Akufo-Addo, que foi o ministro do Exterior no governo de Kufuor, é o candidato do Novo Partido Democrata. John Atta Mills, do partido de oposição Congresso Democrático Nacional, está disputando a presidência pela terceira vez.

Democracia
De acordo com o repórter da BBC Grant Ferrett, sob o governo de Kufuor, Gana consolidou sua reputação como uma democracia pacífica e relativamente bem sucedida em uma região turbulenta e empobrecida.

A taxa anual de crescimento econômico do país é de mais de 5% e a expectativa é que esta taxa aumente ainda mais quando o país começar a extração de petróleo dentro de dois anos.

O governo fez campanha para conseguir os votos dos ganenses, mas a oposição afirma que a corrupção já é um problema grave do país e alerta que este problema poderá piorar quando as exportações de petróleo começarem.

Ferrett afirma que a eleição deve ser muito disputada e, se nenhum candidato conseguir mais de 50% dos votos neste domingo, o segundo turno deverá ser realizado no final de dezembro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG