Eleições presidenciais na Argélia têm participação de 74,1%

O nível de participação das eleições presidenciais na Argélia, das quais o atual dirigente do país, Abdelaziz Buteflika, é o grande favorito, chegou a 74,1%, anunciou na noite desta quinta-feira o ministro do Interior, Yazid Zerhuni.

AFP |

"O nível de participação é de 74,1%, sendo 75,91% na Argélia e 36,8% no exterior", declarou Zerhuni à TV pública, destacando que os números aumentaram muito em vários departamentos do país em relação às eleições presidenciais de 2004, sobretudo na Cabília e na região de Argel.

Buteflika, que conclamou os argelinos a votarem em massa, já ganhou sua aposta ao conseguiu este nível de participação de 74,1%, muito superior ao registrado nas eleições de 2004 (58,07%).

De acordo com a agência de notícias argelina APS, a apuração dos primeiros votos mostra "uma ampla vitória" do atual presidente.

A TV pública mostrou imagens de seus partidários comemorando a vitória nas ruas de Argel.

Zerhuni mencionou três "tentativas de atentados terroristas" em Tizi-Uzu (100 km a leste de Argel), Bumerdes (50 km a leste de Argel) e Tipaza (80 km a oeste de Argel), sem entrar em detalhes.

Mais cedo, o ministro anunciou o fechamento de dois centros de votação em Rafur a Buira, e "tentativas de perturbação" em outras três localidades deste departamento da Cabília.

"Um grupo de 10 a 15 pessoas tentou impedir a eleição em dois colégios eleitorais de Rafur. As urnas foram quebradas, e tivemos que fechar os dois centros, onde estão inscritos 6.000 eleitores", afirmou Zerhuni.

O ministro também mencionou problemas em Tazmalt, perto de Bejaia, 250 km a leste de Argel.

Nesta localidade da Cabília, um grupo de jovens invadiu um centro de votação para as mulheres e quebrou as urnas, segundo moradores contactados pela AFP.

A polícia foi acionada, e travou um violento confronto com os jovens, segundo as mesmas fontes.

O anúncio dos resultados definitivos da eleição está previsto para a manhã de sexta-feira.

hg/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG