Eleições parlamentares no Iraque começam com explosões

Bagdá, 7 mar (EFE).- Logo após o início das eleições parlamentares iraquianas hoje às 7h local (1h de Brasília), várias bombas explodiram em Bagdá sem deixar vítimas, informaram à Agência Efe fontes do Ministério do Interior do Iraque.

EFE |

Uma das bombas explodiu em um colégio feminino do bairro de Galaziyia, no oeste da capital iraquiana.

No norte da cidade, uma bomba explodiu em uma mesquita. Até na chamada "zona verde", área especialmente fortificada, caíram granadas de morteiro.

As eleições parlamentares no Iraque se estenderão por 12 horas em cerca de 9 mil colégios eleitorais por todo o país, nos quais foram instaladas cerca de 50 mil urnas, para um total de 18,9 milhões de eleitores registrados.

As eleições ocorrem com medidas de segurança especiais, que incluem a proibição do tráfego de veículos desde a noite de ontem (sábado) até a madrugada de amanhã (segunda-feira).

Uma coalizão terrorista vinculada à Al Qaeda ameaçou impedir a votação. Nos últimos dias, o grupo realizou uma série de atentados em Bagdá e cidades do interior do país para intimidar os eleitores, incidentes que deixaram dezenas de mortos e feridos.

Cerca de 6 mil candidatos concorrem a 325 cadeiras no Parlamento, que se encarregará de escolher a nova coalizão governante e também o presidente e os dois vice-presidentes do país, com menos funções executivas que o Governo.

Entre as alianças políticas favoritas está a liderada pelo primeiro-ministro, Nouri al-Maliki. EFE ag/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG