Eleições na Unesco: Benita Ferrero-Waldner se retira da disputa

A austríaca Benita Ferrero-Waldner, comissária europeia das Relações Exteriores, decidiu retirar sua candidatura para o cargo de diretora-geral da Unesco, segundo um comunicado publicado neste domingo.

AFP |

"Considerando que as condições para a manutenção de sua candidatura não estão reunidas, Benita Ferrero-Waldner decidiu retirar sua candidatura, no interesse da ONU e da unidade europeia", diz o texto, emitido pela embaixada da Áustria.

Ferrero-Waldner, 61 anos, não deu nenhuma orientação de voto a seus partidários.

No terceiro turno da eleição, realizado sábado, a austríaca chegou na terceira posição com 11 votos, ficando atrás do polêmico ministro egípcio da Cultura Farouk Hosni (25 votos) e da búlgara Irina Bokova (13 votos). Um quarto turno está previsto para esta segunda-feira.

Hosni, o favorito para o cargo, está há várias semanas no centro de uma polêmica por declarações consideradas antissemitas.

alm/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG