Varsóvia, 7 mai (EFE).- As eleições polonesas, antecipadas para 20 de junho pela morte do presidente Lech Kaczynski, terão dez candidatos à chefia de Estado, com o liberal Bronislaw Komoroski e o conservador Jaroslaw Kaczynski como claros favoritos.

Varsóvia, 7 mai (EFE).- As eleições polonesas, antecipadas para 20 de junho pela morte do presidente Lech Kaczynski, terão dez candidatos à chefia de Estado, com o liberal Bronislaw Komoroski e o conservador Jaroslaw Kaczynski como claros favoritos. A Comissão Eleitoral da Polônia divulgou hoje a lista dos dez candidatos que apresentaram as 100 mil assinaturas de apoio necessárias para concorrer. A exigência deixou alguns de fora da corrida, já que a morte de Lech Kaczynski, num acidente aéreo, acelerou o processo. A falta de tempo não impediu que o candidato conservador e irmão gêmeo do presidente morto, Jaroslaw Kaczynski, se apresentasse ontem com 1,65 milhão de assinatura e atraísse grande atenção na mídia. O candidato liberal, presidente do Parlamento polonês e atual chefe de Estado interino, Bronislaw Komorowski, é apontado como favorito em todas as pesquisas, embora seu partido só tenha conseguido 770 mil assinaturas. O primeiro-ministro polonês e também membro da legenda liberal Plataforma Cidadã (PO), Donald Tusk, já disse que as eleições serão apertadas e que Kaczynski é um concorrente "muito sério". As pesquisas dão a Komorowski 45% das intenções de votos, enquanto Kaczynski aparece em segundo, com 30% de apoio. EFE nt/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.