Eleições na Itália registram queda na participação

Roma, 14 abr (EFE).- As autoridades informaram que 80,40% dos eleitores tinham votado às 15h (10h de Brasília), quando fecharam hoje os colégios eleitorais na Itália, informou o ministro do Interior italiano, Giuliano Amato, que disse que a última decimal ainda pode sofrer variações.

EFE |

Essa participação representa uma queda de três pontos e meio a respeito das eleições de 2006, quando a participação foi de 83,98%.

O ministro do Interior comentou que esse resultado é quase definitivo, mas disse que, como faltam algumas seções a apurar, preferia falar de um "80,4 e algo".

Nestas eleições gerais, estavam convocados às urnas 47.295.978 cidadãos com mais de 18 anos (22.688.262 homens e 24.607.716 mulheres), para escolher seus 618 representantes da Câmara dos deputados, enquanto 43.257.208 podiam eleger os 309 senadores (20.620.021 homens e 22.637.187 mulheres).

Os três milhões de italianos residentes no exterior, que tiveram até quinta-feira passada para votar, podem escolher 18 de seus próprios representantes no Parlamento (seis senadores e doze deputados).

O voto no exterior também registrou uma queda na participação, pois alcançou 41,66%, contra 42,07% que exerceram o voto em abril de 2006. EFE alg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG