Eleições americanas confirmam poder político da internet

Washington, 9 set (EFE).- A campanha eleitoral americana de 2008 entrará para história como a primeira que realmente utilizou a internet para se comunicar diretamente com os eleitores, segundo Markos Moulitsas Zúñiga, um dos blogueiros progressistas mais influentes dos Estados Unidos.

EFE |

O jovem de origem salvadorenha criou "Daily Kos" em 2002 após uma breve passagem pelo Exército e após se formar em Direito pela Universidade de Boston.

"Daily Kos" é agora o maior blog político dos EUA, com uma média mensal de dois milhões de visitantes.

Entre as figuras destacadas que já escreveram comentários em seu blog, o ex-presidente dos EUA Jimmy Carter e o senador democrata e candidato à Casa Branca, Barack Obama.

"É uma ferramenta para conectar pessoas com idéias similares que buscam um ponto de encontro", explicou em entrevista à Agência Efe Zúñiga.

Zúñiga ressalta que as mensagens de texto, os blogs e as redes sociais como Facebook e MySpace são métodos mais efetivos para conseguir uma mudança no sistema que os protestos maciços que caracterizaram o ativismo da década de 1960.

Para o blogueiro, a tecnologia é a arma perfeita para construir um amplo e durável movimento progressista, que buscaria ser uma réplica do criado pelos conservadores durante as últimas décadas, que teve como núcleo central as igrejas do país e que permitiu aos republicanos se consolidarem no poder.

O fundador do "Daily Kos" afirma que a internet e o uso das tecnologias ajudará os democratas a chegarem à Casa Branca em 4 de novembro.

O blogueiro destacou que é a primeira vez na história moderna americana que a internet faz parte da campanha eleitoral, seja na arrecadação de fundos, na mobilização de eleitores ou na publicidade.

Ele ressaltou que a campanha de Obama foi mais agressiva que a de McCain na hora de explorar o poder da internet para arrecadar dinheiro e se comunicar diretamente com seus partidários.

Como exemplo, citou a mensagem de texto que a campanha de Obama enviou para comunicar seus seguidores sobre o nome de seu companheiro de chapa, o senador por Delaware Joseph Biden.

"A tecnologia já é parte do DNA da campanha", disse Moulitsas Zúñiga. EFE tb/rr

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG