Eleição para diretor geral da Unesco vai ao terceiro turno

A Unesco não conseguiu eleger nesta sexta-feira seu novo diretor geral e realizará no sábado um terceiro turno, segundo fontes diplomáticas e dessa organização.

AFP |

Embora continue liderando os resultados, o candidato egípcio não conseguiu obter a maioria necessária para ser eleito, de acordo com as mesmas fontes.

Faruk Hosni, que é favorito ao posto, apesar de estar em meio a uma polêmica por antissemitismo, ficou em primeiro lugar com 23 votos no segundo truno, indicaram fontes diplomáticas à AFP.

Em segundo lugar, com nove votos, ficou a comissária europeia, a austríaca Benita Ferrero Waldner.

Atrás ficaram a equatoriana Ivonne Juez de Baki, ex-embaixadora de seu país nos Estados Unidos, e a embaixadora da Bulgária na França, Irina Bokova, com oito votos cada uma.

Os resultados da segunda votação foram divulgados após as 19h30 locais (14h30 de Brasília). A votação foi secreta e a portas fechadas na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em Paris.

O terceiro turno de sábado está previsto para as 15h30 locais (10h30 de Brasília).

gc/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG