Eleição em Angola foi livre e credível, diz SADC

A missão de observadores da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) que monitora as eleições legislativas em Angola disse neste sábado que a votação foi pacífica, transparente e credível e reflete a vontade do povo. Entretanto, a missão recomendou à comissão eleitoral angolana a revisão de sua capacidade de gestão para melhorar sua atuação nos próximos processos eleitorais.

BBC Brasil |

A votação estava marcada para apenas um dia, mas as seções eleitorais permaneceram abertas também neste sábado na capital, Luanda, depois que o caos registrado na sexta-feira impediu que muitas pessoas votassem.

A chefe da missão de observadores da União Européia (UE), Luisa Morgantini, que chamou o processo de votação de "desastre" na manhã de sexta-feira, neste sábado adotou uma postura mais cautelosa, segundo a agência de notícias AFP.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG