Mosha, um elefante de 3 anos de idade, ganhou uma prótese na perna dianteira direita. A elefante perdeu a pata quando tinha apenas sete meses, ao pisar numa mina terrestre em Mianmar, perto da fronteira com a Tailândia.

BBC

Elefante anda com nova perna artificial

A região é cheia de minas, herdadas de quase meio século de luta de guerrilhas.

A fundação dos Amigos do Elefante Asiático instalou a prótese no último fim de semana na cidade de Lampang, na Tailândia.

Ainda em 2007, Mosha já tinha recebido uma prótese, no Hospital para Elefantes de Lampang, mas ela cresceu e precisava de uma perna maior.

A nova perna de Mosha é ajustável e portanto deve acompanhá-la pelo resto da vida.

Mas Mosha não é a única elefante vítima de minas terrestres. Motola, de 48 anos, também pisou numa delas há dez anos e deveria ter sido a primeira a ganhar uma prótese, mas as feridas levaram muito tempo para cicatrizar.

Dez anos depois, a elefante que virou símbolo do sofrimento causado pelas minas aos animais, finalmente vai ganhar uma nova perna dianteira esquerda.

Leia mais sobre elefantes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.